Vaquinhas virtuais estarão liberadas a partir do dia 15 de maio, antecipe-se!

Autorizadas desde a campanha de 2018 as vaquinhas virtuais serão agora a novidade nas eleições de prefeito e vereador.
Reguladas pela Resolução de nº 23.607/2019 do TSE, consiste a vaquinha na possibilidade do pretenso candidato angariar fundos antecipadamente – a partir do dia 15 de maio, através do meio eletrônico.
Percebe-se no uso da medida uma grande vantagem, uma vez que o futuro candidato poderá colocar seu nome já em evidência – divulgando, frise-se, a campanha de arrecadação sem que isso seja considerado propaganda prévia (no entanto é vedado que seja feita a veiculação de propostas, ou qualquer outro meio que possa configurar campanha antecipada). Ainda que indiretamente, o nome do candidato já restará divulgado mais cedo, o que, sem dúvidas, é uma vantagem.
Há de se pontuar o seguinte, em primeiro lugar, o recebimento do valor só poderá ser feito após encaminhado o Registro de Candidatura do interessado (até 15 de agosto) e, caso não ocorra, o valor será restituído aos doadores. E somente poderão ser utilizadas empresas de crownfunding credenciadas junto ao TSE. Lembrando que deverão constar todas essas informações de doações na Prestação de Contas, com destaque para o limite de valor de doação de 10% da renda auferida pelo doador no ano de 2019.